Câmara Municipal das Lajes das Flores

Loading

Notícias

Ação Verão 2019 - Proteja-se, evite a exposição solar excessiva

Terça, 25 de Junho de 2019

Ação Verão 2019 - Proteja-se, evite a exposição solar excessiva

A Câmara Municipal de Lajes das Flores associa-se à campanha “Ação Verão 2019”, com o objetivo de sensibilizar a população para os cuidados a ter com a exposição solar.

 A Associação Portuguesa de Cancro Cutâneo (APCC), em colaboração com a Sociedade Portuguesa de Dermatologia e Venereologia (SPDV) e com o apoio da Direção Geral da Saúde (DGS) têm desenvolvido, desde há vários anos, ações de educação e sensibilização em relação aos cuidados a ter com o Sol e estimulando o auto-exame para diagnóstico precoce dos Cancros da Pele, no âmbito da Prevenção Primária e Secundária dos Cancros da Pele, junto dos agentes de saúde, educação e na sociedade civil.

A incidência do cancro da pele é elevada, continua a aumentar e apesar de a maioria ser curável, se diagnosticado e tratado precocemente, cerca de 90% têm relação com os exageros de exposição ao sol, sobretudo na infância, adolescência e adulto jovem, sendo fundamental manter sensibilização próxima das populações, na medida em que muita desta exposição solar exagerada e/ou inadequada ocorre não só nas atividades lúdicas (praia, caminhadas ou corridas, desportos ao livre) mas também na exposição profissional ao ar livre (trabalhadores com profissões ao ar livre).

 

Cuidados a ter na exposição solar

  • Saiba que se expõe aos raios ultravioleta (UV) não só quando apanha sol na praia, mas também praticando um desporto ao ar livre, fazendo jardinagem ou simplesmente caminhando ao sol
  • A exposição solar deve ser cuidadosa, evitando as horas de maior intensidade
  • Reduza ao máximo as suas atividades exteriores entre as 12h e as 16h (antes e depois do "meio dia solar")
  • Use um chapéu, uma camisa ou t-shirt de cor escura e óculos quando estiver ao sol. Se estiver muito tempo exposto ao sol, por razões profissionais ou lúdicas, utilize manga comprida que cubra os antebraços. Exponha-se gradualmente ao sol, pois a pele necessita de tempo para se adaptar
  • Uma t-shirt molhada no corpo pode deixar passar os raios ultravioleta
  • 30 minutos antes de ir para a praia ou piscina aplique um creme protetor com um factor de proteção igual ou superior a 30. Renove as aplicações de 2 em 2 horas e após o banho, mesmo que o protetor seja à prova de água
  • Conheça a sua pele, efetue um autoexame da pele de 2 em 2 meses. Vigie o contorno, a cor e o tamanho dos seus nevos
  • Tenha em atenção o reflexo dos raios solares na neve (85%), na praia (20%), na água e na relva (5%). Estar à sombra de um chapéu de sol ou toldo não é suficiente para evitar os escaldões
  • Com templo nublado não se esqueça do protetor solar, uma vez que os raios são quase tão perigosos como com sol
  • Mantenha os bebés longe do sol e ensine a proteção solar às crianças desde muito cedo. No 1º ano de idade, as crianças não devem ser expostas diretamente ao sol.
  • Uma queimadura solar na infância duplica o risco de mais tarde se desenvolver um cancro de pele
  • Evite salas de bronzeamento, ou solários, pois os UV aumentam o risco de cancro cutâneo e aceleram o envelhecimento da pele
  • Evite queimaduras solares e escaldões
  • As pessoas ruivas, as loiras, com sardas e muitos sinais, devem proteger-se com maior rigor
  • Programe as atividades, ao ar livre para a manhã ou fim da tarde
  • É necessário utilizar óculos de proteção, particularmente as crianças e pessoas de olhos claros
  • Consumir frutas, legumes e beber muita água é importante para a proteção da pele e equilíbrio orgânico
  • Sinal que modifica, ferida que não cicatriza, é tempo de ser vista
  • Estima-se que cerca de 80% da dose de radiação tolerada pela pele se atinge pelos 18 anos
  • Proteja a sua pele, os lábios e os olhos do excesso de sol.

Retroceder

Documentos

Consultar Arquivo

O tempo nas flores

Projecto Climaat - Webcam
Webcam Projeto Climaat
Spot Azores
Spot Azores