Câmara Municipal das Lajes das Flores

Loading

Notícias

Excesso de peso infantil diminuiu nos Açores

Segunda, 14 de Maio de 2012

Segundo dados divulgados, a taxa de prevalência do excesso de peso nas crianças dos seis aos oito anos, nos Açores, diminuiu oito pontos percentuais, de 2008 para 2010.

A taxa de prevalência do excesso de peso, nas crianças dos seis a oito anos, na Região Autónoma dos Açores diminuiu oito pontos percentuais, de 2008 para 2010, uma diminuição superior à média nacional.
Segundo dados agora divulgados, relativos à segunda fase do “Childhood Obesity Surveillance Iniative”, (COSI Portugal), promovido pela Organização Mundial da Saúde, em 2010 os Açores apresentavam uma taxa de prevalência de excesso de peso de 34%, quando em 2008 esse valor se situava nos 42%.
Se se considerar só a obesidade infantil, em 2010, a prevalência nos Açores baixou dez pontos percentuais enquanto no conjunto do país desceu 0,3 pontos percentuais. Foi a Região que registou a descida mais significativa em termos de obesidade infantil e apresenta, neste momento, uma prevalência mais baixa do que a média nacional.
Segundo a directora regional da Saúde, esta diminuição tem a ver com o esforço que tem sido feito no âmbito do Plano Regional de Saúde, através de dois programas, o programa de luta contra a obesidade e o programa regional de saúde escolar.
Contribuiu também para esta diminuição, a decisão do Governo de dotar as unidades de saúde de nutricionistas ou dietistas, permitindo uma acção integrada com os demais profissionais de saúde, no sentido de esclarecer e sensibilizar as crianças e respectivas famílias para os benefícios de uma alimentação saudável.
No âmbito do Programa Regional de Saúde Escolar foi desenvolvido um conjunto de acções envolvendo crianças, professores e famílias, centradas, de igual modo, na importância da alimentação saudável e do exercício físico.
Com o objectivo de se consolidarem e melhorarem os resultados alcançados, o Governo decidiu prosseguir o Projecto para a Prevenção e Tratamento da Obesidade Infantil na Região Autónoma dos Açores, criado em 2009 e implementado junto dos centros de saúde e unidades de saúde de ilha do Serviço Regional de Saúde, sob a coordenação dos respectivos Conselhos de Administração em articulação com os Hospitais.
Para o Governo dos Açores, a problemática da prevenção e tratamento da obesidade infantil na Região assume um papel primordial na missão das unidades de saúde de ilha, na sua vertente de promoção da saúde e prevenção da doença, correspondendo a actuação nesta área a uma necessidade permanente.
O estudo agora divulgado foi feito a partir da avaliação e de inquéritos realizados a 4.064 crianças de 176 escolas do 1.º ciclo do ensino básico, incluindo escolas da Região Autónoma dos Açores.

Fonte:

 

Retroceder

Documentos

Consultar Arquivo

O tempo nas flores

Projecto Climaat - Webcam
Webcam Projeto Climaat
Spot Azores
Spot Azores